Páginas

domingo, 10 de julho de 2011

O HOMEM – OBRA PRIMA DA CRIAÇÃO DE DEUS

Texto áureo: I Ts 5.23
Introdução: Há na Bíblia uma incisiva confirmação da criação do homem, e de acordo com os princípios divinos, Deus o criou com tríplice características; que são as seguintes: Corpo, Alma e Espírito.

I- A DESCRIÇÃO BÍBLICA DA CRIAÇÃO DO HOMEM – Gen 1.2-28;2.7
Segundo os preceitos Bíblicos, Deus criou o homem da terra conforme o relato de Gênesis 2.7; em que o nome Adão (pessoa) é derivado do termo hebraico adamah (pó, terra vermelha). E seguindo as fontes de informações, é de esperar o que algumas ciências diz a respeito do homem;
a)- A antropologia diz: O homem é um ser vertebrado bípede, e membro de uma ordem especial de mamíferos, cuja raça se evoluiu de pequenos primatas.
b)- A Psicologia diz: O homem é dotado de emoções, sentimentos, afetos e capacidade para raciocinar.
c)- O Materialismo diz: O homem é uma forma de energia física sujeita à dissolução final; ou seja, morrendo logo tudo se acaba.
d)- A Filosofia diz: O homem é um ser pensante, capaz de desvendar os mistérios metafísicos que pode até levá-lo à sua origem.
e)- E Teologia diz: O homem é uma criatura dotada de parte material e parte imaterial. Ele é dotado de livre-arbítrio; tem poder para dizer sim ou não a tentação e conseqüentemente ao pecado (Gen 4.7).

I- HOMEM = O Vocabulo alemão é: “Mensch” que está relacionado com “Man” (Varão) que quer dizer ser pensante.
Não se conhece também com exatidão o sentido originário do termo grego que é interpretado hoje como “Rosto varonil”, mas que anteriormente foi interpretado como o que “Olha para cima ou para frente”. Ou seja, o coração do homem sempre estar em busca de Deus, um Deus que ele julga está à cima de si (At 17.27). E o termo latim “Homo” (Húmus) significa nascido da terra.

II- HOMEM FORMADO = e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida...
Primeiro Deus formou o uma estátua inerte, imóvel, depois lhe infundiu a vida. O que não podemos confundir esse fôlego de vida com o Espírito de Deus. O que o homem recebeu de Deus foi o implante da própria vida. Duas palavra gregas nos explicam esse pormenores as quais são:
a)- Pneuma que significa ar, vento, ou seja, nesse termo está relacionado ao espírito humano.
b)- E Ruach que está relacionado ao Espírito de Deus.
III- PARTE MATERIAL DO SER HUMANO - Corpo= Como já dissemos que, o homem é composto por duas partes, as quais são: a material (corpo que no grego quer dizer “Soma” e a parte imaterial que quer dizer alma, e espírito “Psyche” Alma, e “Pneuma” espírito).
Vejamos alguns pontos importantes do corpo humano:
a)- O corpo material criado do pó da terra tem uma dimensão física que possui 208 ossos, e 500 músculos.
b)- O peso do sangue de um adulto é de 15 quilos. O coração ordinariamente tem o diâmetro de 15 centímetros.
c)- Bate 70 vezes por minutos, 4200 por hora, 100,000 mais ou menos em cada vinte e quatro horas e 40.000.000. por ano, sem interrupção; cada pulsação desloca 44 gramas de sangue, ou seja, esse deslocamento, em 24 horas, é de 5.850 quilos diários; e faz circular o equivalente a dois mil galões de sangue pelo espaço de 19.200 quilômetros de veias todos os dias; e em doze horas cria energia necessária para levantar o peso de sessenta e cinco toneladas a uma altura de trinta centímetros.

IV- PARTE IMATERIAL DO HOMEM – Alma e Espírito
Há uma base teológica por parte de alguns comentaristas no que diz respeito ao homem, ou melhor, são os defensores da “Dicotomia”.
a)- O termo Dicotomia, significa uma divisão em duas partes (Grego dicha, em dois; temnein, cortar). Ou seja diz essa teria que no homem não há outras substancias: Todas são alma e espírito. Eles consideram a parte imaterial de duas maneiras, tendo dois nomes: Alma, vida individual e consciência, que possui e anima o corpo; espirito, agente moral e racional que pode ser influenciado por Deus.
Em que se baseiam:
a)- Na criação, quando o corpo tornou-se possuído e vitalizado com a inspiração do sopro: corpo e alma, e nada mais.
b)- No testemunho da consciência, que segundo eles é favorável ao dicotomista.
c)- No uso intercambiável dos termos al e espírito, no Antigo e Novo Testamento: Gen 41.8; Sal 42.6; Jô 12.27; 13.2; Mat 20.28; At 7.59; Lc 8.55
d)- Na morte, descrita como entrega do espirito ou alma a Deus: Sal 31.5; Lc 23.46;At 7.59;Ap 6.9.
O que não podemos aceitar de acordo com o ponto de vista bíblico porque assim estaríamos abrindo uma porta para a aceitação de teoria da evolução, ou seja, tudo terá fim sem volta. Se isso fosse verdade a Bíblia não estaria certa; porque o homem só poderia ter uma percepção de Deus em sua forma terrena, e a parte imaterial? Ou seja, só adoraríamos a Deus, oraríamos, e serviríamos sós aqui.

V- A TRICOTOMIA BÍBLICA – I Ts 5.23
Sem fugir da lógica Bíblica, aceitamos sem fazermos quaisquer comentários que vão além de nossa imaginação, pois, sabemos muito bem que, há no homem (corpo, alma, e espírto). E dentro dessa triu-nidade falaremos da Tricotomia:
a)- O termo Tricotomia, significa “uma divisão em três partes” (Grego, tricha= em três partes “+ temnein=“cortar”).
A terioa da tricotomia afirma que o homem é composto de três elementos a saber: Corpo, alma, e espírito.
a)- O que é Corpo?
Corpo é a parte material, instrumento, agente ou tabernáculo por meio do qual a alma e o espírito operam.
b)- O que é a alma?
A Alma vem do (grego psyche), principio vital e sede da personalidade, afetos, apetites, sentimentos e memória.
c)- E o que é o espírito?
O espírito vem do (grego pneuma) que entendemos que é o princípio de vida racional e moral, sede da razão, da vontade e da consciência moral.
Embora o espírito e a alma freqüentemente sejam usados intercabiavelmente, são algumas vezes usados em contraste ou de maneira a não poder um termo substituir o outro.
O autor aos hebreus foi mais profundo quando disse que “A palavra dividem alma e espírito”, isto significa que ambos são distintos entre si – Heb 4.12 . Enquanto que o espírito é a faculdade intima da relação do homem com Deus,e a alma é em suma parte que expressão a personalidade externa do homem como: Alegria, ódio, afetos, amor, etc.
Obs: Nota Teológica – A diferença não está na formação orgânica do homem, mas na sua constituição interior. Os animais são seres vivos, mas não possuem espírito. Eles não têm consciência de Deus, e nem de si, e a sua vida estar no sangue no sentido animalesco Deut 12.23;Lv 17.14, que logo que morre deixam de existir (Ec 3.19-22). O espírito do homem que nele habita tem consciência de Deus.
Não podemos aceitar a teoria da dicotomia, porque assim estaríamos contrariando os princípios da Palavra de Deus, pois a Bíblia é clara em dizer que o homem é composto de: Corpo, alma, e Espírito (I Ts 5.23).

Texto: I Co 6.12-20
I- A NATUREZA MATERIAL DO CORPO
De tudo que há na terra existem no corpo humano, e isso nos prova de qual matéria foi formado o corpo (Gr Soma). Todo elemento químico encontrado no homem pode ser encontrado na terra.
- A formação do corpo humano segundo a ciência:
O Corpo bioplamastico, como se vê, independe do corpo material. É anterior a ele, e permanece posterior ao corpo físico.O corpo Bioplasmático (Bio= vida) gera o corpo hiloplasmático (Hylé)= matéria.
A vida (Do gr. Bios) pode ser considerada, como energia pura, descongelada, ao passo que a matéria (do gr. hylé) é energia congelada, segundo as conhecidas palavras de Einstein.
O corpo de Jesus era bioplasmático, isto é, um corpo gerado pela vida, enquanto o corpo do grosso da humanidade é hiloplasmático, isto é, um corpo gerado pela matéria.
Sendo que Jesus é o homem gerado de um modo 100% humano e 0%¨animal, ele se intitula a Si mesmo de O Filho do Homem, ao passo que o resto da humanidade é filha de Mulher. Jesus não diz que ele é filho de homem, mas, do Homem (Deus), isto é, Filho de uma fecundação 100% humana e 0% animal.
O termo Filho do homem para Jesus, significa ser produto de uma fecundação Bioplasmático, isto é, uma fecundação 100% humana e 0% animal.

Sendo o corpo uma material, é vulnerável a qualquer coisa, ou seja, não está livre de passar por situações difíceis, pois é pó. Já é de se entender que, sendo do pó (Hylé) matéria isso significa que na natureza humana não existe algo superior que não se possa deteriorar, há fraquezas no corpo, que vem pelos instintos da “Alma e espírito”. E o objetivo que o cristão deve ter é, controlar “ESSE” corpo (Hylé= matéria) para que de uma maneira gloriosa possa glorificar a Deus. Usando tudo que há de relevantes, pois, “Somos templos de Deus”.


É proibida a reprodução desses escritos sem a devida autorização do autor, salvo pequenos trechos, e com a citação da fonte – Direitos autorais Lei 9.610/98 (Art. 184 do Código Penal).

Nenhum comentário:

Postar um comentário