Páginas

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

SEJA UM ADORADOR INCONDICIONAL

“Deus É Espírito, e Importa os que o adore o adorem em espírito e em Verdade”
Jo 4.24
Num mundo tão relativista, ainda assim, encontramos pessoas ávidas por coisas efêmeras, ou melhor, totalmente voltadas para os prazeres do mundo. Ou que sejam capazes de substituir o sagrado pelo profano, e ainda assim não se prostam diante de seu Deus para adorá-LO.

Entretanto, quando o pregador diz: “Lembra-te do teu Criador nos dias de tua mocidade (juventude) antes que venham os maus dias e venham os anos dos quais não podeis dizer não tenho neles contentamentos” – Ec. 3.1-3. É verdade o que disse o Sábio Salomão, pois são muitos os que desprezam a Deus, e sua Palavra e ainda encontramos alguns que se declaram ateus. Ou seja, daqueles que carregam consigo o estigma da inércia espiritual e não sabem nada do que afirmam. Já escrevi temas que tratam da estupidez espiritual dos seres humanos, ou melhor, será que eles estão certos quando por suas ignorâncias negam a Deus de forma repugnante?

Ora, a tal pergunta nos deixa um pouco triste, ou melhor, não porque Deus deixará de existir só porque alguns pensam assim Dele, mas por causa do triste Juízo que esses tais irão enfrentar sem piedade – Disse o autor aos hebreus: “Horrenda coisa é cair na mão do Deus Vivo”.
E você pergunta, por que os homens se comportam dessa forma? E o que fazer para que eles se voltem enquanto há tempo. Em primeiro lugar, já que o homem carrega consigo a marca do pecado, Disse Paulo: “Por um homem entrou o pecado no mundo, e, pelo pecado a morte, por isto que todos pecaram e destituídos estão da Glória de Deus – e que o salário do pecado é a morte” – Rom 3.23.

Dentro dessa linha teológica, a mesma condição nos apresenta o profeta Isaias, quando diz que: “As nossas Iniqüidades fazem divisões entre o vós e o Vosso Deus” - Is 59.1-5. Ou melhor, são por causa do pecado que as pessoas têm se afastado de Deus sem limites, então, daí surgem às conseqüências desastrosas. Doravante, as pessoas vivem de acordo com aqueles dias de Noé, quando o próprio Cristo disse que, eles bebiam, casavam-se e davam se em casamento, mas quando não pararam para refletir o dia do Juízo chegou. Trazendo tudo isto para os nossos dias não é diferente, pois há uma corrida desenfreada pela busca do poder, do dinheiro, das orgias, do entretenimento e quase as pessoas não param para “Servirem e Adorar ao Senhor de suas vidas. É óbvio que, é justamente o que nos apresenta a Palavra de Cristo, que por “Se multiplicar a Iniqüidade o amor de muitos se esfriará” – embora que devêssemos entender que este ponto escatológico é justamente voltado para os cristãos hodiernos (dias de hoje). Mas, podemos fazer um contraponto no que diz respeito a situação do povo diante de Deus, ou melhor, a cada dia se afastam por completo de sua presença.

I-DEUS NÃO QUER QUE O HOMEM MORRA
Não é da vontade de Deus que o homem morra sem que tenha a mínima condição de conhecê-LO E ADORÁ-LO – Jo 4.24. Por mais ignorante que seja o homem diante de Deus, mesmo assim, o Senhor o Ama e quer o seu bem – Jo 3.16; Rom 5.8. Mas, para que isto aconteça como um escape é preciso que o homem se aproxime de Deus enquanto há tempo. Vejamos o que escreveu o doutor Lucas: “Mas, Deus não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia “Agora e em todo Lugar” que se Arrependam, porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo (homens) por meio do Varão (Cristo), e disso deu certeza a todos ressuscitando-O dos mortos – At 17.30-31.

Ressaltamos que, quando falamos que Deus não quer que o homem morra, é uma força de expressão no sentido de que, se o homem voltar-se para Deus enquanto há tempo, passará dessa vida para uma vida melhor com Cristo. E jamais entrará em condenação de morte, Vejamos João 5.24; pois todos os seres humanos morreram no primeiro “Adão”, mas todos aqueles que se voltam para Deus viverão e não haverá nenhuma condenação de morte eterna, ou melhor, porque no “Segundo Adão (Cristo) todos fomos justificados pela Fé (Rom 5.1-2: Rom 8.1-2; II Cor 5.17).

Portanto, há uma esperança que jamais deixará de existir para aqueles que confiam em Cristo, e por Cristo foram “Vivificados”, ou melhor, receberam uma nova vida diante de Deus O Pai (Aba-Pai ou paizinho) – Ef. 2.1-5.

Então, diante disso é preciso que o homem (sentido genérico) se volte para Deus, e tão somente o adore, Sirva-O de todo o coração, pois é o prazer de Cristo que todos se salvem por meio da revelação dada por Deus através de Seu Filho Jesus Cristo – Tit 2.11; Lc 19.9-10.

Por. J.Roberto
Professor e Escritor

É proibida a reprodução desses escritos sem a devida autorização do autor, salvo pequenos trechos, e com a citação da fonte – Direitos autorais Lei 9.610/98 (Art. 184 do Código Penal).

2 comentários:

  1. wellingtonesara@hotmail.com5 de janeiro de 2012 16:35

    amém varão gostei do sermaõ q Deus em cristo vos abençoe.

    ResponderExcluir
  2. Amém, meu nobre irmão!!
    Solicito que se possível divulgue o nosso blog pro seus amigos e irmãos, pois é uma forma de trazer o conhecimento, a doutrina da Palavra de Deus aos que estão sedente de Cristo Jesus.

    ResponderExcluir